quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

2015 chegando!

Olá pessoas!
Hoje é dia 31 de dezembro, o ano está acabando e adivinha quem não está preparada para 2015? Isso mesmo, eu.
Vou começa o 3° ano e não, não quero... gente, passou muito rápido!
Bem, uma coisa que eu disse no outro Blog, caso prometa alguma coisa, faça de tudo para cumprir, não faça uma promessa "da boca pra fora"... Se for emagrecer, EMAGREÇA! q
Sim, mesmo gif do Olivier Animes <33 eu gostei muito desse gatinho com asas de morcego pulando qq
É isso!
Feliz ano novo. Feliz 2015.
Até.

Dezesseis Luas | Filme

Ethan Wate é um garoto sem muitos amigos que mora em Gatlin, uma cidade onde não acontece nada interessante. Ele vive perturbado pelos sonhos com uma garota misteriosa.
Um dia, uma garota chega em Gatlin, Lena Duchannes (sobrinha do velho Ravenwood) porém a vizinhança não a aceita tão bem, exceto por Ethan que percebe algo de diferente nela.
Óbvio, não ia ser parecido com o livro mas custava colocar a cena do medalhão exatamente como no livro? É pedir demais? Eu estava esperando pra ver essa cena... Quebrou o clima. q
Nossa, o Ethan do filme... socorro... A prima dela, gente. Ela não era loira? Sei lá, eu acharia uma atriz melhor, não no sentido da atuação mas da aparência...
Eu esperava também a cena na escola, onde tem tipo um "julgamento" e o Ravenwood coloca moral no local, foi perfeito aquilo, todo mundo ficando sem argumentos e os segredos sendo revelados, eu espero uma cena assim na minha vida pra eu ficar só observando e rindo internamente.
Eu não gostei tanto do filme assim, livro é bem melhor. Vou assistir de novo pra ver se eu tenho uma outra "visão" do filme já que eu assisti antes de ler o livro...
É isso... Hoje ainda tem uma postagem, a última do ano ^ ^
Até.

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Teardrop vol.1 - Lágrima; Lauren Kate

Pode conter spoiler. Depende de você.
Eureka após perder a mãe em um estranho acidente de carro, acha que nunca mais voltará a sorrir e a promessa que fez à mãe - a de nunca mais chorar - se torna quase impossível, até conhecer Ander.
O rapaz parece estar em todos os lugares e saber coisas que não deveria sobre Eureka. Inclusive um estranho segredo relacionado às suas lágrimas e aos três artefatos que herdou da mãe. Agora ela terá que descobrir os mistério por trás de Ander e de cada artefato.
Lauren realmente não sabe mudar os tipos de livros. Eu vi muito Fallen ai, não por causa dos personagens e sim, a estrutura. Eu poderia muito bem ler apenas os últimos capítulos e eu entenderia muito bem a história, foi muita enrolação até a página 200 e alguma coisa.
E os personagens... Um garoto charmoso e misterioso que aparece do nada e que ela se sente conectada a ele, perdidamente apaixonada... Não, Lauren, não.
Sem falar do Brooks, eu gostei do final dele, deixou ele mais importante na história mesmo não sendo o Brooks mas eu gostei... Ah, o triângulo amoroso... Isso não podia faltar né?! O romance foi tão rápido.
"Você tem que sobreviver porque eu não viverei em mundo sem você."
Ander
Eureka com depressão cheia de mimimi odeia todos, odeia minha vida, meu pai não liga mais pra mim. Que chato as reclamações dela.
Parece que ela não sabe narrar cenas de ação, o final ficou tão chato com aquela narração, só veio um raio e pronto, o diálogo, gente...
A história em si é boa mas acho que estou enjoando do jeito que a Lauren escreve.
Enfim, eu não gostei tanto assim desse livro, poderia ser melhor.
Até.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Feliz natal

Olá pessoas!
Hoje é véspera de natal e eu espero que vocês aproveitem bastante a comida, sendo hoje ou amanhã que vai ter o grande almoço / jantar da família e no meu caso, é hoje mesmo e com lasanha! q
Mesmo que o Blog esteja começando agora e acredito que não tenha tanta gente que acompanha mas mesmo assim acho bom fazer postagens como essa.
Bem, não vamos ocupar essa postagem com muito blá blá blá já que não sou boa nisso...
Então um feliz natal!
Até.

domingo, 21 de dezembro de 2014

As bicicletas de Belleville

Champion é um menino solitário que só sente alegria quando está em cima de uma bicicleta. Percebendo a aptidão do garoto, sua avó começa a incentivar seu treinamento para fazê-lo um verdadeiro campeão e participar de uma competição ciclística da França.
Os traços do desenho são bem exagerados e achei bem diferente do que eu já estou acostumada... Eu comecei a assistir sem nem saber o que ia acontecer e sobre o que se tratava.
As bicicletas de Belleville não tem nada de surpreendente mas eu gostei, me agradou. Com o começo, eu esperava algo totalmente diferente, ai chegou a hora da corrida e mudou o rumo da história.
Não tem tanto diálogo, a maior parte é só a trilha sonora que é super importante.
Há uma visão sobre as pessoas de Belleville, todas são extremamente gordas e só comem hambúrguer. E é engraçado como são os caras da máfia, quadrados e grandes. Bem estranho.
É isso, eu gostei, não achei algo "melhor filme já feito e que deve assistir" como muitos estavam falando mas é sim bom.
Ah, eu não coloquei tanta coisa na sinopse porque tinha algo que já entregava o que ia acontecer. E a tradução certa seria as "Trigêmeas de Belleville"? e-e
Enfim... Até.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Meu monstro de estimação

Angus MacMorrow é um solitário garoto que sonha com o retorno de seu pai para casa. Um dia ele encontra na praia um objeto estranho em formato de ovo e o leva para casa.
Logo ele descobre que se trata de um ovo do lendários monstro do lado Ness. Ao nascer, Angus lhe dá o nome de Crusoé e o tenta esconder de todo mundo.
Eu achei o filme fraco, chato e wtf. Sério. Se eu soubesse que ia ser assim, nem teria assistido. "Ah mas então por que não parou? Por que continuou?", pelo simples fato de que eu poderia estar tendo a opinião errada pois a maioria dos filmes são chatinhos no começo.
A guerra, o monstro andando pela casa, aquele cara sendo amiguinho dele, o romance mal feito... Tudo tão errado... Só gostei da forma que explicaram aquele antiga foto do monstro do Lago Ness que eu sempre via em sites, a forma como eles desmentiram ela, ali foi interessante.
As partes em que tem o cachorro perseguindo o monstro foi sem sentido, pra que essas cenas? Pra ter algo mais "engraçado"? Pra ter altas confusões em um jantar onde todo mundo importante está reunido? E magicamente, ninguém percebe que há algo que faz um som estranho andando embaixo da mesa?
Desnecessauro. q
Aliás, o final é legalzinho. E sim, porque é o final. -q
É isso, não gostei. Poderia ser bem melhor, yep.... Mas não foi.
Ah, o Blog já tem mais de 1k de visualizações <33 Obrigada!
Até.

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Dezesseis Luas; Margaret Stohl e Kami Garcia | Livro

Pode conter spoiler. Depende de você.
Ethan Wate é um garoto sem muitos amigos que mora em Gatlin, uma cidade onde não acontece nada interessante. Ele vive perturbado pelos sonhos com uma garota misteriosa.
Um dia, uma garota chega em Gatlin, Lena Duchannes (sobrinha do velho Ravenwood) porém a vizinhança não a aceita tão bem, exceto por Ethan que percebe algo de diferente nela.
Câmera ruim do meu celular, sorry ~
Eu não consigo ver o Ethan como o namorado da Lena, só quando tem as cenas de beijos. Ai sim, dá pra entender que ele é o namorado dela e tudo mais porém nas outras partes, ele sendo namorado dela não cai bem mesmo... Ele sendo só o melhor amigo dela é melhor, eu acho isso ao menos.
Particularmente, eu achei a história do livro chata e sabe por que? Macon e Lena tinha que explicar tudo pro Ethan ou com o passar da história, outras pessoas também tinham que explicar então era muita explicação, muita conversinha e muita chatice. Ok, temos que entender a história, quem é quem mas chega uma hora ali que fica chato.
Como por exemplo no final que teve muito papo, muito blá blá blá na hora da cena mais esperada do livro todo.
Porém aquele final salva tudo. Sério. Tudo mesmo. Foi perfeito.
Eu estava esperando um final muito clichê, onde todo mundo vive, ninguém sai morrendo, o pessoal que é do lado ruim, não se dá bem mesmo... Só que não foi bem assim. Teve morte e não teve morte, o negócio do tempo que ela fez, a decisão, os olhos.... Meu dels!
Aquilo ficou muito legal. Ou eu posso está exagerando, não sei... até porque acabei o livro há pouco tempo e tinha que falar sobre 16 luas logo!
Eu gostei, pensei que não fosse gostar mas eu gostei. E aquela música na última folha da história. Hm... Ai você já pensa no 17 luas e pronto!
Ahh, eu fiquei muito ansiosa pra ler o outro livro! Espero encontrar logo.
Não sei se tem a ver com a letra da música ou não, nem procurei mesmo mas... Durante a leitura do livro, eu escutei muitas músicas porém quando chegava em uma parte interessante do livro, sempre tocava "Who You Are" da Jessie J e combinava tanto com o momento! Sei lá, é apenas uma curiosidade haha
É isso, eu recomendo.
Até.
CRUOR PECTORIS MEI, TUTELA TUA EST.
VITA VITAE MEAE, CORRIPIENS TUAM, CORRIPIENS MEAM.
CORPUS CORPORIS MEI, MEDULLA MENSQUE,
ANIMA ANIME MEAE, ANIMAM NOSTRAM CONECTE.
CRUOR PECTORIS MEI, LUNA MEA, AESTUS MEUS.
CRUOR PECTORIS MEI, FATUM MEUM, MEA SALUS.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

O orfanato

Laura, após 30 anos, volta para o orfanato que morou quando criança, agora com o seu marido e filho, Símon de 7 anos. Ela deseja reformar e reabrir o orfanato, que está abandonado há vários anos.
O local logo desperta a imaginação de Símon, que passa a criar amigos imaginários. Entretanto, quanto mais amigos imaginários Símon imagina, mais coisas estranhas acontecem na casa e com seu filho, assim Laura começa a desconfiar que há algo com a casa.
Eu tinha boas expectativas a respeito do filme, achava que ia ser muito bom mesmo e que eu ia falar bem do filme por horas... E não. Não teve nada disso. Até o fim do filme, eu estava gostando um pouco, aquele suspense, tudo sendo resolvido e explicado mas ai chegou o final...
Não gostei muito do final, foi legal mas faltou alguma coisa ali. Tem todo o mistério de Tomás e aquela velha que eu odeio muito...
É isso, não foi o melhor mas dá pra assistir.
Até.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Nerdingo

Olá pessoas!
Seja bem vindo ao canal oficial do Nerdingo
Essa novidade que vem surgindo
É o que todo mundo está pedindo
Um canal especial, maravilindo
Viver a vida sem chorar
Viver sorrindo!
Pela primeira vez, vou falar de um canal no YouTube! Pois é, quem diria. Bem, o canal se chama Nerdingo! Os integrantes são Pedro, Fábio, Angelo e Renan.
O primeiro vídeo do canal foi "A Capella Adventures - Pegasus Fantasy". Um vídeo bem engraçado e sem noção! E tem uma introdução logo depois, Renan sendo muito hétero e o Pedro sendo o rosto lindo do canal haha
Mas eu prefiro o quadro Debaixo da Ponte SHOW! Eles contam histórias, fatos que aconteceram com eles e você não sente como se fosse um roteiro feito já, parece mais uma conversa entre amigos mesmo. Eles lembram lá na hora e falam, até mesmo as piadinhas na hora.
O canal tem uma página caso tenha se interessado e queria acompanhar. Eu recomendo aliás, é muito bom, eu morro de rir com os vídeos tanto que o pessoal de casa me olha estranho -q
Página: Nerdingo
Ah, e tem o mascote do canal, o Jorge Nerd.
É isso, deem uma olhadinha no canal deles!
Até.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Horns | O pacto

Pode conter spoiler. Depende de você.
Ig Perrish, um jovem de apenas 26 anos, é o principal suspeito de ter matado e estuprado sua namorada de longa data. Um ano após a tragédia, nada foi provado ou descoberto porém nesse tempo todo, a cidade inteira o odeia e todos acham que ele é o assassino.
Um dia, Ig acorda de uma ressaca com chifres nascendo em sua testa e percebe que pode ouvir os segredos das pessoas, assim como mandar nelas. Com isso, ele começa a investigar todo o crime por conta própria.
Eu assisti o filme ontem mas ainda estou pensando muito nele! É engraçado, coisa que eu não esperava do filme, e a história foi boa, sério, eu gostei muito. Principalmente no final, aquela "briga" toda e na parte do tiro, nossa, adeus cabeça!
Essa cena foi inusitada, eu não esperava aquilo. É spoiler? Mais ou menos mas veja pelo lado bom, não contei quem leva o tiro. q
Quando o personagem, Ig, vai no médico e pede pra serrar os chifres, o médico coloca ele pra dormir e quando ele acorda haha que cena aquela! Ou quando ele manda todo mundo se bater e eles obedecem. Ou algo que acontece entre os policiais...
Eu comecei o filme achando que ia ser mais mistério e teve tantas cenas assim para descontrair que teve uma hora que eu esqueci do real assunto no filme.
Como o filme foi inspirado no livro do Joe Hill, eu estava esperando uma história parecida com as histórias do pai dele (pra quem não sabe, é o filho do Stephen King), ou seja, que o culpado é alguém que a gente nem esperava. Se essa expectativa foi alcançada, não vou contar.
Agora eu quero o livro porque eu gostei muito do filme e quero saber se no livro é daquele jeito mesmo. Se for, parabéns! É foda.
Gostei muito mesmo, recomendo pra todo mundo o filme, exceto pra quem não gosta muito de palavrão e cenas de sexo. Se bem que eu assisti legendado, não sei se deixaram os palavrões no dublado.
Enfim, assista logo o filme, obrigada, de nada. Pode me mandar também o livro, eu aceito. q
Até mais.

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Faking it

Criada por: Carter Covington.
A história gira em torno de duas melhores amigas, Amy e Karma,  que são confundidas por todos da escola por um casal de lésbicas. Como Karma quer muito ser popular na escola, Amy aceita continuar com a farsa.

Desde que me mandaram um vídeo com as melhores cenas, eu fiquei interessada e achei muito engraçado. Sério, as coisas que a Amy fala... Nossa, tão eu! Ela diz o que não devia e faz piadinhas em horas erradas. De longe ela é a personagem preferida...
Já a Karma, não gostei nem um pouco dela, meio que ela ás vezes acha que o mundo gira em torno dela, é muito ciumenta e não deixa a Amy curtir a vida dela. Muito protetora (e ciumenta, again).
A série em si, eu achei muito boa! Ela aborda as dúvidas que normalmente o pessoal tem quando "se conhecem" melhor, se realmente é gay ou lésbica, ou até mesmo a respeito dos sentimentos pois, cá entre nós, adolescentes são confusos e exagerados (até porque sou um q).
No episódio 3 da segunda temporada, alguns brasileiros vão para a escola e nossa... eles tem uma visão tão clichê daqui. Tem festa o tempo todo, churrasco, carnaval, vivem de biquíni... Sem contar aquele português de Portugal, tanto da Karma quanto dos brasileiros.
O lance da Lauren, meia-irmã da Amy, foi algo que ninguém esperava! E eu gostei bastante disso, não fez com que ela fosse apenas a menina nova na família que apenas odeia a nova mãe e irmã.
Acho que se eu dizer mais alguma coisa sobre a série, vai vim spoiler! Se é que já não tem algum spoiler aqui... -n
É isso, recomendo a série, é divertida!
Até.

domingo, 2 de novembro de 2014

O lado bom da vida; Matthew Quick | Livro

O lado bom da vida conta a história de Pat, que após alguns incidentes teve que ir para um sanatório, ou lugar ruim como ele chamar; e algum tempo depois, ele consegue ir morar com os pais. Ao sair, ele está decidido a tentar ser alguém melhor para, assim, voltar para sua mulher, Nicki.
Mesmo que seu temperamento não esteja totalmente bom, seu amigo o convida para um jantar e nesta noite, ele acaba conhecendo Tiffany, uma garota também problemática. O que ele não sabe, é que ela terá muitas coisas em comum com ele e seus planos vão mudar.
Finalmente li o livro! E é tudo na visão do Pat, o que me deu mais raiva... No filme, ao menos, eu até consegui gostar dele na maior parte do tempo. Diferente do livro. Porém eu consegui entender mais os "surtos" dele com o livro e tudo o que ele passou mesmo com a mulher.
Quando o Pat aceita dançar com Tiffany, ele para de ver os jogos, mal fala com os pais e eles não aceitam tão bem assim, a mãe dele quer que Pat fale mais com o pai mas ele não pode por causa do acordo com a Tiffany.
É um pouco errado comprar filme e livro mas eu prefiro o filme, colocaram o amigo dele, Danny, e isso deixou tudo mais engraçado, se eu não me engano, no livro ele só fala de um certo amigo negro que ainda está no "lugar ruim", cujo amigo não chega a sair desse lugar de jeito nenhum.
Tem aqueles capítulos que não tem no filme como por exemplo: Pat vai a praia com Ronnie, Verônica, Em e Tiffany, tem várias outras cartas... A briga que teve no filme, eles juntaram dois capítulos. Um foi só a briga e o outro foi quando eles encontraram Cliff antes do jogo.
Como é filme, não teve tanta enrolação, foi bem breve mas mesmo assim... contou melhor a história e foi melhor. Não estou desmerecendo o livro, até porque gostei também.
É isso, leia o livro e assista o filme!
Se quiser ler a resenha do filme: O lado bom da vida | Filme
Até.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

O roqueiro

Robert Fish Fishman foi o baterista de uma banda de rock dos anos 80. Ele estava vivendo o sonho de um rock'n'roll quando foi, de repente, expulso da banda por ser considerado "maluco".
Vinte anos depois, ele vai morar na casa da irmã e descobre que seu sobrinho tem uma banda de rock, sem muitas esperanças, eles o aceitam na banda. Conseguindo boas oportunidades.
Quem nunca pensou em ter uma banda com os amigos e ter muita fama com isso?
Haha pois eu já pensei muito nisso com os meus amigos antigamente e era bem legal montar a banda na nossa mente, depois os shows... Porém isso nunca deu certo.
Bem, o filme foi bem legal e engraçado. Até porque o Fish está boa parte do filme bêbado e faz coisas malucas... É aquele tiozão idiota /por assim dizer.
No final, tem aquele reencontro e bem, foi legal quando a antiga banda do Fish foi se apresentar, ocorreu um problema no show que eu não esperava, bem pensado essa ideia!
É um filme bobo pra assistir quando tiver nada para fazer (:
É isso...
Até.

terça-feira, 14 de outubro de 2014

15&

15& é uma dupla coreana da JYP Entertainment. Seu debut foi em 2012 com o single "I Dream", lançaram um segundo single em 2013, "somebody" e em abril de 2014, lançaram seu terceiro single, "Can't hide it".
O comeback da dupla foi em maio desse ano e junto com a volta da dupla, elas lançaram um álbum com o nome "Sugar" (e tem o MV no YouTube).
A dupla consiste basicamente em Jimin e Yerin.
De começo não gostei tanto assim da dupla mas a música Sugar me contagiou, ai fui procurando as outras músicas do album e gostei muito, inclusive das vozes delas.
Eu gostei muito da Jimin! Ela é uma fofa e parece ser a mais engraçada, sem falar da voz dela haha Já a Yerin, é a parte simpática da dupla mas a voz dela também é muito boa. É uma dupla maravilhosa.
Por enquanto, não há um nome de fandom.
Momento divulgação agora gente ~ Bem, como é um grupo não muito conhecido, achar páginas para se atualizar é difícil então aqui uma página nova, caso você queria se informar mais sobre as meninas ou qualquer outra coisa: 15& Brasil
Não tem tantos likes, então ajudem caso gostem da dupla ^^
Até mais!

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Ender's Game

Em um futuro próxima, a Terra foi atacada por extraterrestres e com muita dificuldade, o combate foi vencido, graças ao heroísmo do comandante Mazer Rackham. Desde então, o coronel Graff e as forças militares treinam as crianças mais talentosas do planeta desde pequenas, no intuito de prepará-las para um próximo ataque.
Ender Wiggin, um garoto tímido e brilhante, é selecionado para fazer parte da elite. Na escola, ele aprende rapidamente a controlar as técnicas de combate, por causa de seu formidável senso de estratégia. Não demora para Graff considerá-lo a maior esperança das forças humana.
Para falar a verdade, eu não estava com tanta vontade assim de assistir Ender's Game, só realmente assisti por causa do Asa Butterfield, que fez o protagonista. Sempre faço quando não quero ver o filme, eu vejo quem são os atores, ai vejo se assisto ou não...
Enfim, eu acabei gostando muito da história porém só no final do filme e fiquei com muita raiva com o que aconteceu nesse final, foi "desnecessário", não precisava acontecer daquele jeito.
Quero que tenha continuação, eu realmente estou esperando por isso!
É isso, até que foi interessante o filme, eu gostei. Tinha personagens legais, outros babacas e uma guria idiota que eu não gosto como sempre mas isso a gente releva. q
Até.

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Acontece na cidade

O livro Acontece na cidade conta rotinas / acontecimentos do dia-a-dia das pessoas, muitas vezes os fatos são interessantes, cômicos ou banais / desnecessários para a gente. Porém com bom humor, uma crítica (ou uma ironia) e uma reflexão no fim de cada crônica.
Há crônicas que você pode se identificar, caso já tenha passado ou conhecido alguém que passou por isso, como no caso do encanador (Torturas domésticas), sobre o futebol de rua e quando alguém te confunde na rua com outra pessoa (O gordo da Augusta). Tem algumas crônicas que traz uma nostalgia e outras que te faz pensar na sua rotina, como ela agitada ou até muito calma...
O livro traz temas um tanto comuns, como o roubo que, normalmente, falamos desse assunto como se algo que não fosse tão importante e nem precisasse de tanta atenção ou quando a gente vê alguém sendo enganado na rua, não agimos diante disso e apenas ficamos observando.
No começo eu achei bastante chato o livro porém com o passar dele, eu fui gostando das crônicas e comecei a achar interessante. Eu recomendo! Leiam ~
Tenho o livro porque é um paradidático da escola e li para um trabalho mas valeu a pena.
É isso ~
Até.

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

MeruPuri | Mangá

MeruPuri irá contar a história de Aili Hoshina, uma guria de 15 anos que está a procura de um amor verdadeiro e que sonha com um casamento dos sonhos, conhece o Alam, um príncipe vindo de um universo paralelo, assim que ele saiu do espelho.
Com o decorrer da história, Aili vai conhecendo melhor o príncipe, conhecendo sua família e até o reino. Ela descobre a origem e os mistérios de tudo ao mesmo tempo que toma conhecimento do que é o verdadeiro amor.
Esse mangá foi muito fofo e engraçado, foi um dos melhores mangás que eu já li e mesmo que tenha romance, eu gostei... Não sou de ler shoujo porém eu ganhei de presente então eu li. As capas são bonitas e a melhor é a terceira, sei lá, ficou a melhor. E a primeira, só é legal porque tem o casal principal.
Eu amei o irmão do Alam, ele é muito engraçado e melhor que o Alam, sério, eu escolheria ele /talvez. E mesmo eu odiando o príncipe às vezes, acho que o final foi bom e seria agradável se não tivesse um outro príncipe lá das índia enchendo o saco dela :) q Ele foi o pior personagem.
O mangá é bom e agradeço muito por ter ganhado porque eu não teria comprado porque é shoujo e porque eu não tenho mania de ler ou assistir shoujo qn
Enfim, leiam, é bom, se eu tô recomendando um shoujo, deve ser porque é bom, é tipo Kaichou wa Maid-Sama! Leiam!
Até.

sábado, 6 de setembro de 2014

Cidade dos ossos | Filme

Clary Fray presenciou um misterioso assassinato, mas ela não sabe o que fazer porque o corpo da vítima sumiu e parece que ninguém viu os envolvidos no crime. Para piorar a situação, sua mãe desapareceu sem deixar vestígios.
Agora ela precisa sair em busca dela em uma Nova Iorque diferente, repleta de demônios, magos, fadas, lobisomens, entre outros grupos fantásticos. Para ajudá-la, Fray conta com o amigos Simon e o caçador de sombras Jace Wayland.
Fiquei bastante animada para ler o livro porém resolvi assistir logo o filme, até porque me contaram toda a "real" história durante o filme mas sem problemas... Eu gosto de saber, foi a mesma coisa com Percy Jackson.
Eu gostei do filme e pelo o que me contaram, estava bem parecido com o livro, só algumas coisas diferentes e umas cenas a mais porém a história mesmo, estava parecida. Gostei de saber disso.
O final foi tão "Ohhh" com certos problemas de família, geral descobrindo segredinhos e uma pequena luta, foi legal! Fiquei mais ansiosa ainda pra ler e quero logo o outro filme, se é que vão fazer...
É isso ~
Até!

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Divergente | Filme

Na futurística Chicago, quando um adolescente completa 16 anos, ele tem que escolher entre as diferentes facções que a cidade está dividida. Elas são cinco e cada uma representa um valor diferente, como honestidade, generosidade, coragem e etc.
Beatrice quando completa 16 anos, surpreende a todos e até a si mesmo quando decide pela facção dos destemidos, escolhendo uma diferente da família e tendo que abandonar o lar. Ao entrar para a Dauntless, ela passa a se chamar de Tris e vai enfrentar uma jornada para afastar seus medos e descobrir que é de verdade.
Eu esperava bem mais do filme e como eu não li o livro (e provavelmente nem vou ler), não posso dizer se estava parecido ou não... Eu não gostei tanto assim, achei chato, meio parado e o romance... Mais chato ainda, ficou tão óbvio que ia rolar algo entre os dois, tão óbvio mas tão óbvio, que percebi de cara na cena do pulo, quando ela cai e vê logo ele.
Vamos colocar um suspense nesses romances né?! Ou melhor, sem romance. q Imagina o quão inovador seria não ter romance nessas histórias?
Enfim, eu odiei o fato dela não matar o pessoal, não deveria ter feito a "heroína que não mata as pessoas", eles vão fazer o mal e não é só porque ela "ganhou" essa vez que eles vão parar.
Eu gostei de algumas coisas no filme, como os medos, o mistério do termo "Divergente" e do Four ou Quatro, não do garoto em si mas do significado do nome.
Como o filme acabou... Nossa, só pra deixar um mistério e uma pergunta: "Como vai acabar isso tudo?!". Eu não queria ver mais filmes disso mas sempre fico curiosa quando a história tem continuação, agora vai ser o jeito esperar!
É isso, não me matem q
Até.

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

.hack//DUSK | Mangá

.hack//DUSK ou A Lenda do Bracelete do Crespúsculo e é a continuação direta da franquia ".hack" quatro anos após o jogo ".hack//QUARANTINE".
A história gira em torno de Shugo e Rena, dois irmãos gêmeos foram sorteados com os avatares de dois dos lendários "Hackers" (Kite e Black Rose) ao criarem suas contas no MMORPG "The World". Devido ao divórcio de seus pais, os dois se separaram quando ainda eram menores e acabaram achando no jogo uma possibilidade fácil e conveniente de se encontrarem.
Quando ambos decidem ir treinar em uma área para iniciantes, são encurralados por um monstro extremamente forte e que, por razões óbvias, não deveria estar lá.
Foi difícil eu achar esses mangás então quando eu comprei, praticamente fiz uma festa!
O mangá é muito bom, engraçado na maioria das partes e gostei bastante do estilo do desenho, é bem mais 'desenhado'. Eu senti que esse mangá foi bem pra descontrair porque luta mesmo, teve poucas. Porém sou suspeita pra falar, gosto muito da franquia .hack//, muito mesmo!
O que eu achei mais engraçado na história toda, são as piadas entre os irmãos, me identifiquei muito com essas partes... Algumas são piadas internas que só eles vão entender, então fica bem mais engraçado.
A personagem que eu mais gostei foi a Ouka, a guria lobo (?), e o Balmung, que todo mundo achou que ele era um velho, feio e barrigudo; e quando ele apareceu, surpreendeu  todos ao verem ele pessoalmente! Além do mais, ele é muito "talentoso" no jogo, sabe aquele cara nível foda demais? Então, é ele...
Comprem o mangá ou assistir o anime mesmo, é muito bom! Franquia .hack cara... qn
É isso, recomendo o mangá.
Até!

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Starcrossed

Starcrossed é um curta que conta a história de dois irmãos, um deles é maltratado pelo seu pai, que quer que ele seja como seu outro filho; o outro sempre apoia o seu irmão, fica sensibilizado quando vê seu pai  o maltratando.
O tempo passa, eles crescem, percebem um novo sentimento em suas vidas e tentam resistir ao máximo. Mas esse sentimento é maior do que tudo e se entregam a ele, sem pensar em nenhuma consequência. Os pais após um tempo descobrem.
Primeiramente eu não consegui achar imagens boas então vai só essa mesmo.
Segundamente, não existe essa palavra. q
Bem, eu achei interessante o curta e estranhei, não por ser gay e sim por ser incesto, nunca tinha assistido um curta / filme desse gênero porém no vídeo eu até tinha esquecido que eles eram irmãos, realmente isso não era tão mostrado.
Enfim, a parte do cinema haha' clássica em filmes românticos feito para adolescentes... É fofo até porém os pais do dois quando descobrem, tudo por causa de um descuido dos dois que estavam dormindo.
O final é bem triste, eu não gostei, se quiserem trocar esse final eu aceito. q
Eu não muito o que falar do curta, não tem tanta cosia para comentar. Enfim, assistam (: Tem como achar no YouTube legendado!
Até.

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Transcendence

O doutor Will Caster é o mais famoso pesquisador sobre inteligência artificial da atualidade e que se esforça para construir uma máquina consciente que junta informações sobre todo o tipo de conteúdo com a grande variedade de emoções humana.
O fato de se envolver sempre em projetos controversos fez com que Caster ganhasse fama, mas ao mesmo tempo tornou o inimigo número 1 dos extremistas que são contra o avanço da tecnologia - e por isso mesmo tentam detê-lo a todo custo.
Em uma tentativa de assassinato, Caster convence sua esposa, Evelyn, e seu amigo, Max, a testar seu novo invento nele mesmo, que consiste em transferir a sua consciência para a máquina.
Antes de tudo, espero que eu não tenha sido a única que esperou essa imagem carregar, não quando eu fui procurar as imagens mas quando eu fui assistir o filme online... Poxa, achei que era um problema no site.
Eu não esperava muita coisa desse filme, até achei que o filme fosse ruim mesmo, que eu "odiasse" o filme no final, enfim... Não foi isso o que eu achei quando acabei de assistir. Até me surpreendi porque estava mais curiosa e mais interessada.
Transcendence não é o filme mais "animado" / cheio de ação e por isso pode ser cansativo porém se não prestar atenção em algumas informações ou até mesmo algumas frases / dicas, não vai entender algumas coisas...
Eu achei legal quando o amigo do doutor pergunta se é mesmo uma máquina (isso, depois da tentativa de assassinato, no meio do filme), sendo que essa mesma pergunta foi feita no começo do filme, na qual era realmente uma máquina e nenhuma pessoa foi usada como cobaia. Sei lá... Isso chamou minha atenção.
Mas foi legal, eu gostei, principalmente do final... Mesmo eu esperando um final melhorzinho, aquele deu pra aturar e aceitar. Caso não tenha assistido ainda, assista.
Mesmo que não goste do estilo, faça isso pelo Johnny -qn
Até.

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Mamamoo

Mamamoo é um grupo feminino da WA Entertainment, cujo membros são Solar, Moon Byul, Whee In e Wha Sa! Seu debut oficial foi dia 18 de junho de 2014 com a música "Mr.애매모호 (Mr. Ambiguous)".
Elas tiveram seu pre-debut no dia 8 de janeiro de 2014 com a música "Don't Be Happy", participação do Bumkey 범키. Mamamoo também colaborou com K.Will na música "Peppermint Chocolate" com Wheesung.
Seu primeiro álbum chama-se "Hello".
Eu fiquei bastante interessada nesse grupo desde que elas participaram com o K.Will, fiquei muito ansiosa enquanto esperava elas lançarem logo o MV! Mamamoo é um ótimo grupo e elas catam muito, agora só falta eu conseguir decorar / aprender quem é quem!
É fácil diferenciá-las mas eu tenho um certo problema com nomes e sempre confundo no começo, é sempre assim... É só eu me acostumar.
Eu não sou de divulgar nesse Blog, acho que até agora não fiz isso mas eu custei muito pra achá-la, tem algumas informações legais sobre o grupo e lá você pode saber mais sobre as meninas.
Página Mamamoo Brazil - Curte a página e se informe mais! A página começou a pouco tempo mesmo, acho que desde que anunciaram o MV delas... Não tenho tanta certeza disso.
Então, ajude. Sei bem como é difícil começar uma página.
Se gostar de Mamamoo, não deixe de conferir as músicas dela, ok?
Aliás, o fandom delas é "MooMoo", sim, estamos pedindo para sermos zuadas qqq
Até.

domingo, 3 de agosto de 2014

A Bela e a Fera (La Belle et la Bete)

"Uma vida por uma rosa.
Mais do que tudo no mundo.
Consegue amar-me?"
No ano de 1810, um naufrágio leva à falência um comerciante, pai de três filhos e três filhas. A família se muda para o campo e apenas a mais nova, Bela, fica animada com a vida rural. Quando o pai de Bela encontra um castelo - sem querer -, ele acaba encontrando tudo o que ele havia perdido.
Antes de sair da propriedade, ele vê uma rosa e como sua filha mais nova havia pedido uma, ele acaba arrancando-a porém era um jardim encantado. O pai de Bela é condenado a morte pelo dono do castelo, ou seja, a Fera.
Bela, na tentativa de salvar seu pai, vai até o castelo, ao encontro da Fera. Lá, ela encontra uma vida cheia de luxo, magia e tristeza; e aos poucos descobre mais sobre o passado de Fera.
Confesso que nunca assisti A Bela e a Fera, ao menos eu acho que não! E não estava tão animada para esse filme, estava meio "mais um filme com princesas..." porém resolvi assistir, eu gostei da fera... Não estava tão falso como em um outro filme da fera.
No começo, eu achei que ia seguir fielmente toda a história "original" e ia ser o mesmo clichê de sempre mas me surpreendeu... Nem passava na minha cabeça aquele desfecho.
Essas coisinhas fofas da imagem são chamados de Hitadom! Eu sabia que tinha alguma coisa por trás desses bichinhos mas não fiquei pensando tanto neles e até esqueci depois, só no final que eu percebi e entendi tudo, assim como a parte das estátuas ou "gigantes".
A Fera... Hm, essa fera. Eu prefiro ele como fera, sinceramente! Ficou mais bonito assim mesmo... E também não fui muito com a cara dele desde o começo do filme, pois é. Eu sabia que era ele desde quando ele apareceu, entende? q
Eu vi gente reclamando que o filme estragou a história original e... que? Nem todo filme sobre "A Bela e a Fera" precisa seguir exatamente a história original e pensar assim é meio idiota, não? Por favor, foi apenas inspirado no original.
Eu gostei do filme, apesar que algumas coisas poderiam estar melhores, tipo o final, na parte que o pessoal está fugindo (e é, apenas quem assistiu sabe que parte estou falando q), os gigantes poderiam ter feito algo melhor ali. Assistam ~
Até mais.
"Maldito seja por toda a eternidade."