sábado, 31 de maio de 2014

Teen Wolf

Teen Wolf conta a história de Scott, um garoto normal com asma que de repente, enquanto procurava um corpo com o seu amigo Stiles, foi mordido na floresta por um - talvez - lobo. A partir desse acontecimento, Stiles descobre que ele que foi mordido por um lobisomen e Scott tenta continuar com a sua vida normal enquanto tenta esconder o que realmente é.
Scott acaba conhecendo Allison, a aluna nova, e começa a namorar ela. Porém certos problemas começam a surgir, como o Derek que é um outro lobisomen, o Alfa (o lobisomen mais forte) e os caçadores.
Nos primeiros episódios, eu entendi porque tinha tanta gente gostando dessa série! Ela é muito boa e é a primeira série sobre lobisomens que eu acompanho. Teen Wolf é mais concentrada na história que nas cenas de lutas, tanto que os episódios podem ser considerados lentos e chatos.
Porém o jeito que toda a história se desenrola compensa muito, é totalmente envolvente e quando eu percebi, já estava no final da segunda temporada. Fiquei completamente viciada e ainda estou. Só falta agora assistir a terceira.
Sobre a abertura da 2° temp. eu não gostei, achei chata e besta, sendo que eles poderiam muito bem ter feito algo mais elaborado!
Quero todo mundo viciado nessa série!
Até ~

quarta-feira, 28 de maio de 2014

A inveja mata

       A inveja mata conta a história de Tim e Nick que são grandes amigos, trabalham juntos e são vizinhos. Quando seu amigo, Nick, tem uma grande ideia de um "Vacocorizador", um spray que elimina fezes de cachorros, Tim acha isso impossível e não o ajuda.
       Porém, Nick acaba ficando famoso com o produto e agora seu amigo terá que aturar sua fama e riqueza, já que Nick nunca se mudou e construiu sua mansão no lugar da sua antiga casa. Com essa inveja, Tim um dia ficou com raiva e como estava bêbado acabou fazendo algo que não queria então teria que esconder esse prejuízo.
        Eu li na Wiki, que por causa desse filme, a carreira de Jack foi um pouco prejudicada pois consideraram o filme fraco, tanto que não foi bem aceito quando lançaram.
       A inveja mata pode até ser considerado fraco, principalmente no final que ficou bastante a desejar. Eu gostei do filme, principalmente quando eles estão no carro enquanto tem um cavalo em cima do carro e conseguem perder o cavalo sem notar isso.
       As cenas de comédia ficaram fracas também, dava para dar algumas risadas mas não foram as melhores cenas. Já assisti muitos filmes de comédia então esse eu não gostei tanto assim, mas deu pra compensar o tempo perdido - na cena do cavalo.
       É isso, dá pra assistir haha
      Até ~

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Os Estagiários

        O filme "Os Estagiários" conta a história de dois amigos, Billy e Nick, que são "quarentões", trabalham juntos em vendas de relógios e ambos tiveram as carreiras bombardeadas pela tecnologia.
        Eles ao saber que perderam o emprego, vão tentar ganhar o estágio na Google e conseguem participar desse concurso. Mas o estágio é apenas o começo do que estar por vir, eles vão ter que enfrentar um batalhão de estudantes brilhantes e lidar com a diferença de idade, sendo que a maioria é um gênio na tecnologia.
       Estagiários é sem dúvida muito bom e um dos melhores que eu já assisti, é bem engraçado, até porque são dois adultos (idade para serem nossos pais) que tentam entrar para a Google - ou o Google, não sei - sem saber nada de tecnologia!
       Sem contar o grupo em que eles ficaram, todos foram rejeitados. São os "excluídos", diferente da equipe elite, onde todos queriam entrar.
       No meio do filme, como todos são nerds, tem uma competição do concurso que é o famoso Quadribol. Como estamos na vida real, né? Não tem como eles voar então fica totalmente ridículo! Claro que para os nerds jogando aquilo foi maravilhoso mas para os dois "velhotes", nada legal.
       E claro que tinha que rolar algum romance! Isso não podia ficar de fora do filme, até porque no começo do filme já percebemos que um certo casal vai se formar e se dar bem no final, dito e feito. Fora os outros casais que você nunca imaginaria que ficariam juntos.
       Filme mais do que recomendado, eu gostei muito dele, só não do romance em si, achei totalmente desnecessário já que o filme não é bem sobre isso mas eu entendi o porquê de colocarem isso, coitado do Nick que ficaria sozinho.

domingo, 25 de maio de 2014

Onde vivem os monstros

Você sabe que o sol vai morrer?
     Onde vivem os monstros conta a história de Max que se sente um garoto solitário quando não a atenção da sua irmã ou da sua mãe. Em um dia, por ciúmes de um amigo da sua mãe, faz malcriações com ela e ele fica de castigo sem janta.
    Com raiva ele foge de casa e acaba indo para um lugar bem distante. Como sua imaginação é bastante fértil, ele a usa para criar uma ilha, para onde vai de barco. Lá ele encontrar alguns monstros e diz para eles que tem superpoderes.
    Max acaba virando o rei da ilha. Como os monstros estão tristes, ele será responsável por evitar que a tristeza toma conta do lugar e ele passa a criar várias brincadeiras. Ele se aproxima bastante de Carol, que acredita fielmente nas coisas que Max diz fazer / ter.
    Com o passar do filme, há alguns conflitos com os monstros e Max tenta ajeitar tudo... Ele se identifica mais com Carol e os dois ficam melhores amigos.
    Como toda história com mentiras, a verdade em alguma hora vem á tona. Quando isso ocorre, é de partir o coração a cena. /nossa
    O filme é até bobo mesmo e sempre que você for assistir, terá uma visão diferente. Eu interpretei que os monstros e os conflitos que acontecem, é tudo o que está acontecendo dentro dele, é toda a confusão que ele está sentido, sabe?
    Vi que tinha muita críticas nos comentários falando que era chato, ruim, mal feito, etc... Eu não que estava ruim, os monstros estavam bem feitos até, não ficou algo totalmente irreal.
    É isso, já estava curiosa sobre o filme e estava esperando mais, valeu um pouco a pena assistir.
    Até.

sábado, 24 de maio de 2014

O lado bom da vida | Filme

"A KATNISS CARA! SOCORRO"
Alguma outra fangirl.
O lado bom da vida conta a história de Pat, que após alguns incidentes teve que ir para um sanatório e algum tempo depois, ele consegue ir morar com os pais. Ao sair, ele está decidido a tentar ser alguém melhor para, assim, voltar para sua mulher, Nicki.
Mesmo que seu temperamento não esteja totalmente bom, seu amigo o convida para um jantar e nesta noite, ele acaba conhecendo Tiffany, uma garota também problemática. O que ele não sabe, é que ela terá muitas coisas em comum com ele e seus planos vão mudar.
Eu gostaria muito de ler o livro mas não achei e decidi logo ver o filme! Pode ser romance (coisa que eu não gosto) mas esse foi totalmente diferente, não chega nem aos pés de outros romances cheios de "mi mi mi". É um ótimo filme!
Eu esperava um filme bem clichê de romance e me surpreendi. Tiffany conseguiu trazer uma nova vida para o Pat que só pensava em voltar sua esposa, sendo que ela tinha medo dele. Algumas partes são até tristes e você sente muita raiva do Pat por ele ser um idiota...
Eu fiquei curiosa em saber se no livro, a narrativo é do Pat ou da Tiffany, mais provável que seja dele mas tudo bem... Quero muito ler o livro agora, simplesmente adorei o filme, é muito bom!
E espero que vocês assistam esse filme, ele é realmente bom...
Até ~

Namoro ou liberdade?

"Só assisti por causa do Zac! UHUL"
Alguma FanGirl.
     Namoro ou liberdade conta a história de três amigos, Jason, Daniel e Mikey. Quando Mikey descobre a traição de sua mulher, os três amigos se aproveitam da situação para fazer um pacto de pegar / ficar com o mais número possível de mulheres e jamais ter um relacionamento sério.
     Por mais que Mikey tentasse ficar com outras mulheres, ele estava decidido a tentar reconquistar sua esposa. Nessas idas ao bar, Jason acabou conhecendo Ellie, uma possível prostituta, e Daniel começa um possível relacionamento com sua melhor amiga, Chelsea, porém escondido.
     Como cada um deles começa a se envolver com essas mulheres, o pacto acaba sendo quebrado. E eles vão tem que escolher entre a liberdade da vida de solteiro ou o compromisso de um namoro.
    Confesso que só comecei a assistir o filme por causa do Zac Efron e acabei gostando muito do filme. Mas é, fangirlismo atacou em algumas horas! Principalmente quando ele foi no banheiro... Esse homem nunca envelhece.
    Anyway, as piadas que eles dizem com o passar do filme são a mais idiotas que eu já vi! É como se eles não fossem adultos e sim, jovens para o resto da vida que não pensam nada além de mulheres, bebidas e sexo!
    O filme é bom, até divertido e o final foi bastante clichê. É o tipo de final que todo mundo já estava esperando desde o começo do filme. E uma parte emocionante do filme é quando ele conta como conheceu a Ellie fingindo ler um livro. /chora
    Como nesses dias eu fiz uma maratona de filmes, nesses dias só vai ter postagens de filmes! E após isso tudo, vou falar de Dezesseis Luas! Finalmente achei ~
    Well, até!

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Fallen; Lauren Kate

"Sua pela era dourada e, sob a luz, os olhos eram quase como a chuva."
Fallen conta a história de Lucinda Price, ou Luce, que logo no seu primeiro dia no reformatório avistou um menino no meio de um grupo e algo pareceu bastante familiar em relação a ele, que logo descobriu que seu nome era Daniel Grigori.
A mudança de escola foi difícil mas encontrar Daniel aliviou o peso das sombras que atormenta seu passado, e até presente: um incêndio misterioso, que provocou  a morte do seu namorado, que levou Luce até aquele reformatório.
Totalmente atraída por Daniel, ela tenta descobrir um segredo que ele tanto precisa esconder e que pode até matá-la. Luce também conhece Cameron Briel, ou simplesmente Cam, outro carinha que chamou sua atenção. O reformatório já está totalmente dividido e ela tenta se encaixar em algum grupo.
Como eu custei a ler o último livro, Êxtase, eu havia me esquecido como era cansativo / chato e como a personagem Luce em quase todos os parágrafos "tenta" de qualquer jeito mencionar Daniel, nem que seja só comparando ou lembrando de algo no passado. É como se ela não conseguisse viver sem ele.
Eu não gostei da Luce, não sei bem qual palavra usar para falar dela, "chata" também serve, ela é aquele tipo de personagem que não consegue fazer nada sozinha. Quando teve um ritual, que era para SALVAR o mundo, ela fica falando que não pode, não consegue, que é errado, etc. Totalmente irritante. Não consegui imaginar o Daniel loiro e o Cam moreno, e sim o contrário.
O final foi até surpreendente, tantos fatos que eu estava marcando quase todas as páginas! A autora deixou tudo, mas tudo mesmo para o final, fazendo os outros livros ficarem meio cansativos. Paixão foi o livro mais chato da saga pois nele, Luce vai viajar pelos anunciadores para rever seu passado e assim entender qual o papel dela nisso tudo.
Lauren, se eu te ver na Bienal, vou te bater com o Êxtase!
Mas isso tudo não quer dizer que eu não gostei da saga, até gostei, é só por causa da narrativa e da Luce mesmo. Porque a história em si eu gostei muito!
Como eu ainda não li Apaixonados, vou deixar para uma outra postagem!
Até ~

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Filhos do Éden - Livro 1; Eduardo Spohr

"Da morte vem a vida, do sacrifício, a vitória."
Levih, O Amigo dos Homens.
Filhos do Éden conta a história de Kaira, ou Rachel, que perde a memória e com a ajuda de dois anjos, Urakin (O punho de Deus) e Levih, luta para recuperar toda a memória, assim, entender o que se passou e qual o seu propósito na Terra.
Contudo, Andril e Yaga irão fazer de tudo para conseguir derrotar Kaira e obter um objeto um tanto estranho no formato de uma pirâmide.
Com o passar do livro, eles se encontram com o Denyel, um querubim exilado, que, depois de muita "conversa", aceita ajudar e parte para a jornada junto com eles. Por causa de certos acontecimentos, ele fica sozinho com Kaira por um certo tempo, os dois vão para Amazônia e conseguem descobrir o que devem fazer e para onde devem ir.
A partir desse descobrimento, "velhos" inimigos seguem eles até o local desejado e lá, ocorre uma batalha que deixa muitos mortos e feridos!
Esquerda para a direita: Kaira, Denyel, Levih e Urakin.
Está resumido? Claro, eu não conseguiria contar essa história sem dar um spoiler se quer! De qualquer jeito, vá ler o livro. Eu me surpreendi pois não sabia que o livro era de um brasileiro e foi muito bom, eu gostei muito e já quero o segundo porém não estou achando!
Os personagens, eu não imaginei nenhuma assim, ainda mais a Kaira! E eu gostei mais do Denyel, eu não sei mas entre todos, ele foi o que mais me achou atenção, além de ser muito irônico.
Fiquei bastante triste com o final... Por que Eduardo? Por que tu fez isso? /chora eternamente/
Eduardo também fez o livro A Batalha do Apocalipse, outro livro que quero muito ler e não acho. Já estava curiosa e queria ler há um bom tempo, quando soube que era dele também fiquei com mais vontade ainda de ler!
Well, well, leiam porque é perfeito, lindo, maravilhoso n
Até ~

domingo, 11 de maio de 2014

Megamente

Megamente, um filme de animação produzido pela DreamWorks Animation!
     Megamente ganhou uma reputação de ser o supervilão mais brilhante que o mundo já conheceu. Ao longo dos anos, ele tentou conquistar Metro City. Cada tentativa foi um fracasso graças ao super herói conhecido como Metro Man, desde os seus dias em fraldas.
    Parece que a derrota nunca vai acabar que até que Megamente um dia realmente o mata no meio de um de seus planos do mal planejados. E ao acontecer isso, ele vida o "dono" de Metro City.
    Com o passar dos dias, ele percebe que não tem nenhuma finalidade sem um super herói na cidade, já que tudo que ele planejou foi pensando em como derrotar o Metro Man e nunca pensou o que ele faria, caso isso realmente acontecesse!
    Megamente tem a brilhante ideia de criar um novo herói chamado Titan, quase que por acidente um ex cinegrafista Hal, cujo tem uma paixão incorrespondida pela repórter Rosanne, acaba sendo esse herói e quando é rejeitado, percebe que é melhor ser um vilão do que um herói, o que faz com que o plano de Megamente não dê certo!
     E com a ajuda de Criado, o seu amigo de infância, Megamente vai tentar mudar esse engano todo!
     O filme tem uma ótima trilha sonora, durante as cenas do Megamente toca AC/DC, Elvis, Ozzy, Guns n Roses e Michael Jackson!
     Eu gostei do filme, é o primeiro que eu vejo que o vilão conseguiu realmente o que queria mas o final foi até surpreendente, eu nem pensei naquela hipótese haha Fica o suspense!
     Assistam, até!

sábado, 10 de maio de 2014

É agora... Ou nunca; Marian Keyes

"O ontem é apenas um sonho
E o amanhã é só uma visão:
O hoje, porém, bem-vindo,
Transforma todo ontem em um sonho de felicidade
E todo amanhã em uma visão de esperança.
Portanto, cuide bem do dia de hoje."
Provérbio Sânscrito
É agora ou nunca conta a história de três amigos, Katherine, Tara e Fintan, os três compartilham a maior das amizades desde a adolescência. Doze anos depois, com trinta e poucos anos, estão todos morando em Londres porém apenas Fintan conseguiu encontrar o verdadeiro Amor.
Tara está presa a um relacionamento sem futuro e acredita que quando uma mulher está no sufoco do "é agora ou nunca", até mesmo um homem tão avarento é melhor do que homem nenhum. Já Katherine discorda disso, vivendo uma rotina calma e solitária, o único relacionamento no qual está interessada é com o controle remoto da TV. Katherine não se alterou nem mesmo diante do Joe Roth, o novo colega de trabalho.
Mesmo quando não está afim de modificações, a vida sempre arruma um jeito de mudar as pessoas. Ás vezes, sob a forma de uma doença; outras vezes, sob a forma de um maravilhoso e perigoso ator desempregado chamado Lorcan.
Eu sou simplesmente apaixonada pela Marian Keys, okay, eu só li até agora dois livros dela mas eu gosto muito da escrita dela! Então, nem preciso dizer que gostei desse né? O livro aborda um tema até comum, na qual a mulher se vê velha e solteira mas não sabe como mudar tudo isso! E até as vezes nem quer mudar pois já está acostumada com essa rotina.
A Tara pode-se dizer que um pouco lerda, em relação ao seu namorado, Thomas. Ele trata todos os amigos dela mal, é mão-de-vaca e não a trata tão bem, se duvidar trata melhor a gatinha dele. E ela torna a dizer que simplesmente o ama e não consegue acabar o relacionamento deles. Eu me senti até aliviada, digamos assim, com o final da Tara!
Katherine não foi muito diferente, quando ela finalmente resolveu deixar aquela frieza toda de lado e conversar com o Joe, nossa, quase dei uma festa! Mas quando ela começou a usar roupas curta só para chamar a atenção dele, achei desnecessário. Ela nem precisava fazer isso tudo...
Já o Fintan, meu personagem preferido! O mais esperto e engraçado de todos! Pena que aconteceu algo terrível com ele...
Eu fico pensando se a Marian sabe mesmo acabar um livro, porque, ao menos para mim, ficou algo a desejar no último capítulo, ela poderia ter colocar algo a mais ali. O quê eu não sei mas faltou alguma coisa. E o epílogo foi perfeito, quase igual ao primeiro capítulo, o que eu achei bem legal. O único problema foi a última frase do livro, o que fez ser motivo de risada na sala já que pegaram o livro e leram logo final! Trágico!
Bem, logo mais quando eu conseguir acabar Sushi, faço uma resenha dele!
Até!

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Under The Dome

Sob a redoma é uma série norte-americana de ficção científica e mistério.
Under the dome conta a história dos moradores da pequena cidade de Chester's Mill que de repente se encontram isolados do resto do mundo por uma misteriosa barreira impenetrável que rodeia a cidade. Como a cidade começa a perder o controle, um pequeno grupo de pessoas tentam manter a paz e a ordem no lugar, ao mesmo tempo que tentam descobrir de onde surgiu a redoma.
Com o passar do tempo, a cidade acaba ficando sem comida e água! Alguns segredos acabam sendo revelados e outros, escondidos.
A séria é ótima e eu fiquei com muita vontade de ler o livro! Uma pena é que a primeira temporada já acabou e a segunda temporada só vai sair em junho, nos Estados Unidos! 
Você acaba se prendendo á tensão dentro da cidade, ainda mais quando tem a corrupção e pessoas que são alienadas, acreditam em tudo que o prefeito diz! Eu, particularmente, não gostei muito de alguns personagens por causa disso.
Os moradores chegaram a fazer um lugar para enforcamentos! E começam a acreditar que tudo que está acontecendo é porque Deus está com raiva deles, depois de todos os pecados deles... E vai saber o motivo! Terei que esperar por mais um tempinho.
É isso, assistam logo essa série, é muito boa!
Até.

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Bruxos e Bruxas | O Dom; James Patterson

"Bem vindo ao seu pior pesadelo.
Sem livros, sem filmes,
sem música, sem liberdade de expressão.
Sua existência é dispensável,
até indesejada."
Bruxos e Bruxas vai contar a história dos irmãos Whitford e Wisteria Allgood que são acusados de bruxos de repente, quando "policias" da Nova Ordem invadem a casa deles, no decorrer desse acontecimento, Wisty acaba pegando fogo, literalmente, e as acusações só aumentam. Eles são separados de seus pais e vão para uma prisão apenas para os jovens, cujos também estão sendo acusados de bruxaria.
De acordo com O Único Que É O Único, todos os menores de 18 anos são naturalmente suspeitos de conspiração e que apenas os adultos têm direito de fazer parte dessa nova sociedade / política que é a Nova Ordem. Com o passar do tempo, indo de uma prisão para uma espécie de clínica, eles vão aos poucos descobrindo seus poderes e assim, tentando fugir para irem atrás de seus pais.
Imagem retirada de "Relíquias da Lylu"
Bem, o segundo livro não traz tantas novidades ou revelações tão grandes assim mas a história já anda um pouco! O segundo livro da série, O Dom, já começa com uma aventura, Wisty está sendo acusada de bruxaria porém está quase sendo executada! Pior, Whit nem sabia disso tudo!
A narração do James Patterson é bem rápida, é como se estivéssemos conversando com os nossos amigos, é fácil de ser entendida e os capítulos não passam de três páginas. Depois que eu li os dois livros, fui ver as resenhas e não foram boas. Todos que eu vi estavam falando mal do livro, dizendo que era chato e afins, eu não achei isso tudo, até gostei do livro mas concordo que as piadinhas que eles fazem não tem mesmo graça.
Tirando isso, eu gostei dos livros! E ainda é sobre bruxos! Claro, não é um dos melhores mas eu gostei e recomendo. Eu vi também que uns comparam a Harry Potter e realmente não entendi, a única coisa que tem haver é que ambos livros tem o tema: Bruxos. E só.
Não há motivo para comparar. Enfim, estou agora querendo ler logo o terceiro livro mas não consigo achar por aqui! Uma tortura isso!
Até.
"Tigre! Tigre! Fogo fatal
Que as flores da noite alumia
Qual mera mão ou olho imortal:
Poderia captar tão terrível simetria?

Em que profundeza ou céu distante
Queima o fogo do seu olho cintilante?
De quem são as asas, que trouxeram esse jogo, e
De quem é a mão que ousa brincar com fogo?"

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Simplesmente Ana; Marina Carvalho

"Um conto de fadas torna-se realidade..."
Imagem tirada de Prateleira Colorida.
Simplesmente Ana conta a história de Ana Carina que nunca soube quem era o seu pai e de repente o conhece, assim descobrindo que ele é o rei de Krósvia, um país no sudeste da Europa, isso mesmo, um rei! Ela mora no Brasil com a sua mãe e quando isso tudo vem á tona, descobre que houve bastante mentiras a respeito de seu passado!
Ana, após uma boa conversa com os seus pais juntos, decide conhecer Krósvia, durante a viagem descobre que Andrej (Lê-se Andrei) já tem um filho porém não é de sangue e ao chegar em sua residência, se surpreende ao vê-lo, Alexander era um homem lindo e este faria com que ela não se sentisse a vontade no "novo" país.
Com o passar do livro, Ana se sente um pouco atraída pelo Alex e há dois poréns, ela tem o Arthur no Brasil, o seu quase-namorado e Alex, bem, tem a Laika-nome-de-cachorro como sua namorada.
E isso foi o que eu mais odiei no livro todo, os pensamentos dela a respeito do Alex, ora ela cita ele como o "gostosão" ou fala do corpo dele, que era esbelto, o sorriso encantador que fazia o coração dela dançar...
"A não ser que Alex não seja esta pessoa tão irascível e que príncipes encantados existam"
O fato de ela achar isso de Alex fica mais chato ainda e o passar da história é bem clichê! Quando eu comecei o livro já esperava algo bem "conto de fadas" no final, dito e feito. Eu achei que no final, a autora queria acabar logo o livro porque houve certos acontecimentos e os personagens se entenderam bem rápido, sendo que no outro capítulo já era "2 anos depois...", a partir do momento em que ambos se declararam, eu percebi que a história ficou mais rápida!
O final do livro me surpreendeu um pouco, porque ela descreveu como se fosse outra ocasião mas acho que pegou todos que leram Simplesmente Ana, foi um tanto engraçado e eu gostei disso, admito! A narrativa eu também não gostei muito, mas até que o livro pode ser bom rs
Marina tentou passar uma nova imagem de princesa, já que Ana não parece nem um pouco com uma princesa, suas ações que o digam.
É isso, Simplesmente Ana não é um dos melhores livros que eu já li mas compensou um pouco o tempo que passei lendo ele.
Até.
"Como em todo conto de fadas, vivemos felizes para sempre."